Mapa do Site

Facebook

Notícias

Tokio Marine cresce 19,2% no segmento de Pessoas até setembro

November 13, 2019

1/10
Please reload

Acompanhe nossa página no Facebook!

ACONSEG-RJ - Associação das Empresas de Assessoria e Consultoria de Seguros do Rio de Janeiro

Rua do Rosário, 61 | sala 202/203 | Centro, Rio de Janeiro, RJ | Cep: 20041-003

Desenvolvido por:

Após queda nos roubos, valor de seguros de carro cai pela metade em Niterói

22/10/2019

 

Em relação a 2018, apólices estão mais baratas em 12 bairros analisados. Em Icaraí, média de preço passou de R$ 5.218 para R$ 2.494

 

NITERÓI — Após ter enfrentado, em 2018, uma forte alta no preço dos seguros veiculares , o morador de Niterói que decidir resguardar seu veículo agora encontrará valores, em média, 47% mais baratos em relação ao ano passado. Uma das razões é a redução do número de roubos de carros no município. Os dados foram compilados por uma corretora de seguros on-line que avaliou o preço aplicado em diferentes bairros da cidade: o valor médio para a contratação da apólice caiu de R$ 5.489 em 2018 para R$ 2.885 em 2019.

 

A pedido do GLOBO-Niterói, a Bidu Corretora orçou, com cinco diferentes seguradoras, o valor do seguro de um Hyundai HB20 Unique 1.0 2019 — carro popular para os padrões nacionais — para moradores de 12 bairros. O suposto cliente teria o seguinte perfil: homem de 35 anos que realiza um deslocamento diário de 20 a 30 quilômetros.

 

 

 

 

Morador de Santa Rosa, Sérgio Lage se encaixa nesse perfil: usa seu HB20 2017 diariamente, tanto para trabalhar quanto para atividades com a família. Ele ficou quase um ano com o carro desprotegido devido aos altos preços encontrados nas seguradoras em 2018. Mas, em maio deste ano, decidiu fechar negócio após perceber a queda acentuada nos valores do mercado.

 

— Em 2017, fechei um seguro por R$ 2.265. Em julho do ano passado, ao tentar renovar por mais um ano, o preço do mesmo seguro estava em R$ 4.600, mais do que o dobro. Por sorte, nada aconteceu com o carro nesse meio tempo, e este ano fechei contrato com uma seguradora por R$ 2.155 — diz o contador, de 33 anos.

 

De acordo com o diretor executivo do Sindicato das Seguradoras do Rio de Janeiro e Espírito Santo, Ronaldo Vilela, apesar de existirem vários componentes que influenciam nos preços oferecidos pelas seguradoras, especificamente em 2019, a queda nos índices de violência foi o principal fator para a redução nos valores.

 

— Dentre outros diversos fatores, as seguradoras operam analisando as estatísticas de violência. No ano passado, em razão dos altos índices de roubos em Niterói, esse componente respondia por cerca de 70% do valor do seguro. Hoje, é atribuído a esse fator de 40% a 50% do valor cobrado — explica Vilela.

 

Índices de violência

 

Segundo os dados mais recentes divulgados pelo Instituto de Segurança Pública ( ISP ), o registro de roubos de carros caiu em quatro das cinco delegacias da cidade (veja ao lado), no comparativo entre os oito primeiros meses de 2019 e de 2018. A 76ª DP (Centro) foi a que apresentou queda mais expressiva no número de casos: 53%. Em seguida, vem a 81ª DP ( Itaipu ), com menos 30%. A 77ª DP ( Icaraí ) registrou queda de 27%; e a 78ª DP ( Fonseca ), de 16%. A 79ª DP ( Jurujuba ) foi a única que registrou alta (10%) no indicador.

Please reload

PHOTO-2019-01-18-09-51-42.jpg
Posts Em Destaque

Tokio Marine cresce 19,2% no segmento de Pessoas até setembro

13/11/2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload