Mapa do Site

Facebook

Notícias

MP 905/19: Fenacor participa de audiência pública

February 12, 2020

1/10
Please reload

Acompanhe nossa página no Facebook!

ACONSEG-RJ - Associação das Empresas de Assessoria e Consultoria de Seguros do Rio de Janeiro

Rua do Rosário, 61 | sala 202/203 | Centro, Rio de Janeiro, RJ | Cep: 20041-003

Desenvolvido por:

Tokio Marine já disponibiliza aos corretores seguro auto tradicional com peças compatíveis

11/09/2019

 

Pioneira no lançamento do seguro popular de automóvel, a Tokio Marine também inova ao disponibilizar para os corretores a opção do seguro tradicional de auto em conformidade com a nova circular da Superintedência de Seguros Privados (Susep), que permite o uso de peças peças novas paralelas ou similares, importadas ou nacionais, no reparo de veículos no conserto nas oficinas.

 

“Já temos uma rede de fornecedores em razão do seguro popular, o que nos deu agilidade para trazer ao corretor o novo produto de forma ágil”, contou José Adalberto Ferrara ao blog Sonho Seguro. “Reiteramos que optamos desde o início em não trabalhar com peças usadas, eliminando completamente riscos envolvidos nesse tipo de operação”, reforça Marcelo Goldman, diretor da companhia japonesa, quinta maior seguradora de auto do Brasil. Se o cliente optar pela oficina referenciada, consegue ainda mais desconto. “São formas de baratear do seguro, que chega a custar até 30% menos do que o tradicional”, acrescenta Goldman.

 

Um dos principais cuidados da Tokio é que fique bem claro para o corretor que ele precisa explicar direitinho para o consumidor a diferença entre os produtos. “Peças compatíveis, mas não fabricadas pelas montadoras. Se isso for muito claro, nao terá problemas”, aposta Goldman.

 

Segundo a seguradora, o cliente terá a opção de escolher o tipo de peça que gostaria de utilizar no momento da proposta. “Reforçamos também que o consumidor sempre terá acesso aos dois tipos de peça e que as diferenças entre ambas sempre serão esclarecidas conforme cotação, proposta, apólices e condições gerais, assim como no momento da contratação”, informa.

 

De acordo com Rafael Scherre, diretor da Susep, o tema ainda precisa ser mais debatido, mas inicialmente a intenção é reduzir em pelo menos 10% o custo do seguro e ampliar a base de veículos cobertos pela proteção no país, que atualmente é inferior a 30% da frota circulante. “A medida visa contribuir com o consumidor num momento de orçamento familiar mais restrito”, comentou ele em palestra na Conseguro 2019, realizada em Brasília, no dia 5 de setembro.

 

A partir de agora será necessário, portanto, que o corretor altere o cálculo para ter acesso à peça Nova Compatível. Peças “Novas Compatíveis” já são utilizadas há mais de dois anos para o seguro auto popular e a Tokio Marine conta com uma cadeia de fornecedores robusta e frequentemente realiza vistorias nas oficinas para confirmar a adequada instalação das mesmas.

 

O grupo destaca que no início das vendas do seguro popular foram feitas ações junto aos corretores para confirmar que estavam cientes da reparação do veículo por peças “Novas Compatíveis”, garantindo, dessa forma, a transparência da operação de ponta a ponta. A venda no seguro tradicional também segue os mesmos princípios de treinamento dos corretores, que devem vender o produto de forma transparente para seus clientes, que podem optar por pagar mais barato para um seguro que, no caso de necessidade de reparo em oficina, concorda com o uso de peças compatíveis.

Please reload

PHOTO-2019-01-18-09-51-42.jpg
Posts Em Destaque

MP 905/19: Fenacor participa de audiência pública

12/02/2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload