Mapa do Site

Facebook

Notícias

COVID-19: SulAmérica Auto reforça ações para atendimento ao cliente com apoio da tecnologia

April 1, 2020

1/10
Please reload

Acompanhe nossa página no Facebook!

ACONSEG-RJ - Associação das Empresas de Assessoria e Consultoria de Seguros do Rio de Janeiro

Rua do Rosário, 61 | sala 202/203 | Centro, Rio de Janeiro, RJ | Cep: 20041-003

Desenvolvido por:

Contribuições para a previdência aberta somaram R$ 40,3 bi até maio, alta de 10,7%.

11/07/2016

 

Os aportes a planos abertos de caráter previdenciário (que incluem os PGBLs e os VGBLs) somaram R$ 9,8 bilhões em maio, registrando crescimento de 12,64% frente ao mesmo mês do ano anterior, quando os aportes foram de R$ 8,8 bilhões. A captação líquida (diferença entre depósitos e resgates) no mês foi positiva em R$ 5,4 bilhões, em comparação à captação líquida de R$ 5 bilhões de maio de 2015. Os dados são da FenaPrevi, que representa 70 seguradoras e entidades abertas de previdência complementar no país.

 

Os dados do balanço mostram também que o sistema registrou em maio 84.160 pessoas já usufruindo benefícios (aposentadorias, pecúlios, por morte e por invalidez, e pensões, por morte e por invalidez) pagos por planos abertos de caráter previdenciário. No mês, foram contabilizadas 12.431.124 pessoas com planos contratados. Do total, 9.356.137 são pessoas com planos individuais (já computados os planos para menores) e 3.074.987 pessoas com planos empresariais.

 

Os planos individuais foram os que mais receberam recursos em maio. No total, foram investidos R$ 9 bilhões. Do volume de contribuições aos planos individuais, R$ 163,5 milhões foram investimentos em planos para menores. Os recursos destinados a planos empresariais, por sua vez, totalizaram R$ 767,9 milhões em contribuições em maio de 2016. Na análise por modalidade de plano, o VGBL (indicado para quem não tem como se beneficiar da dedutibilidade fiscal prevista no formulário completo de I.R.P.F.), recebeu contribuições de R$ 9 bilhões em maio.

 

O PGBL (modalidade de plano indicada para quem tem como se beneficiar da dedutibilidade prevista no formulário completo de I.R.P.F.) registrou R$ 669 milhões. Os planos tradicionais de acumulação registraram R$ 65,6 milhões. No acumulado os aportes aos planos somaram R$ 40,3 bilhões, 10,7% superior na comparação com os R$ 36,4 bilhões somados de janeiro a maio de 2015. A captação líquida no período foi positiva em R$ 18,3 bilhões (+1,67%), em comparação à captação líquida de R$ 18 bilhões registrada no mesmo período do ano anterior.

 

Os planos individuais foram os que mais receberam recursos no período. No total, foram investidos R$ 36,9 bilhões. Do volume de contribuições aos planos individuais, R$ 792,6 milhões foram investimentos em planos para menores. Já os recursos destinados a planos empresariais somaram R$ 3,4 bilhões em contribuições.

 

Na análise por modalidade de plano, o VGBL o recebeu contribuições de R$ 36,8 bilhões. Já o PGBL registrou R$ 3,1 bilhões. Os planos tradicionais de acumulação, por sua vez, registraram R$ 333,1 milhões de janeiro a maio de 2016.

Please reload

PHOTO-2019-01-18-09-51-42.jpg
Posts Em Destaque

COVID-19: SulAmérica Auto reforça ações para atendimento ao cliente com apoio da tecnologia

01/04/2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload